Rafael Neto

Luís Carlos T. Lopes

“Quero que os militares venham trabalhar com alegria”

Militar da Guarda Nacional Republicana (GNR) há mais de 30 anos, António Pereira Leal é natural de Sanfins do Douro, no concelho de Alijó. Com uma larga experiência dentro desta força militar, o comandante diz que é um privilégio estar a comandar a força militar da sua terra. Gosta do que faz e tenta transmitir aos seus guardas a alegria de envergar uma farda que existe para proteger a vida e a liberdade…


Sempre quis ser militar da GNR?

Sempre quis ser militar e cumprir o serviço militar obrigatório. No entanto, na juventude, não imaginava que houvesse carreiras militares. Pensava que as pessoas iam fazer o serviço militar obrigatório e a missão estava cumprida. Depois fiquei a saber que havia a possibilidade de se fazer carreira militar, assim como na guarda, onde tive a oportunidade de ir a concursos diretamente e assim me tornei um oficial da GNR.

Não tinha ninguém na família ligado às forças de segurança?

Não. Mas acabei por influenciar o meu irmão, que veio também a seguir a carreira militar e hoje é tenente coronel do Exército.

Tomou posse como comandante da GNR de Vila Real em abril de 2018.

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários