Elsa Nibra

“Ainda há quem veja os cegos como coitadinhos”

Há quem nasça cego e quem vá perdendo a visão ao longo dos anos.  Em ambos os casos, é preciso aprender a viver com as dificuldades do dia-a-dia,  e há associações que ajudam nessa tarefa.


Carina Ferreira é psicóloga e diretora técnica da delegação de Vila Real da ACAPO (Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal), onde o trabalho “se baseia na reabilitação”.

“A deficiência visual é um mundo que a maioria das pessoas não conhece e é importante desmistificarmos as características da mesma, de

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários