Márcia Fernandes

Águas “escuras” do rio Corgo preocupam moradores

Na foz do rio Corgo, em Peso da Régua, as águas escuras e o cheiro estranho chamaram a atenção dos moradores e pescadores, que gostam de se banhar e pescar naquela zona do rio.


“É um fenómeno que acontece sempre nesta altura do ano, das vindimas”, disse um dos moradores, que prefere não ser identificado. “Penso que deve estar relacionado com a lavagem das cubas e dos lagares para fazer o vinho”, acrescentou.

Um pescador, que foi ver o local mais apropriado para pescar, rapidamente desistiu da ideia depois de ver a cor da água, que por norma é cristalina e nos últimos dias está &ldquo

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários