MF

Bombeiros de Vila Pouca testam negativo à Covid-19

A boa nova foi dada, à VTM, pelo comandante dos bomebeiros, Hugo Silva.


Depois do aparecimento do primeiro caso de Covid-19 na corporação, há sensivelmente 15 dias, o comandante dos bombeiros voluntários de Vila Pouca de Aguiar anunciou, esta sexta-feira, que "já foi possível circunscrever o foco de infeção, que neste momento está limitado a cinco elementos", sendo que "apenas um apresenta sintomas", mas "estão todos em isolamento".

"Os bombeiros foram todos testados na passada quarta-feira e os resultados foram todos negativos", refere Hugo Silva.

Quanto à operacionalidade do quartel, o comandante lembra que "o socorro nunca esteve em causa", contando para isso com o apoio "das corporações dos concelhos limítrofes".

Hugo Silva salienta "o empenho da câmara municipal, que foi incansável em todos os momentos, assumindo, muitas vezes, responsabilidades que eram da DGS", acrescentando que "isso, e a colaboração com o comando e direção desta Associação Humanitária, se evitaram danos maiores".

"Os bombeiros estão expostos diariamente ao possível contágio nas suas diversas missões. No caso de um bombeiro infetado, como foi o caso, tem de haver procedimentos especiais e regras adequadas, para que, futuramente, num caso idêntico, não seja preciso fechar os quartéis", conclui.

 

Comentários