DR

Criada linha de teleconsulta para apoiar população de Sanfins do Douro

O município de Alijó vai instalar uma linha de teleconsulta dedicada à população de Sanfins do Douro, devido ao surto provocado pelo novo coronavírus.


A autarquia informou, em comunicado, que há 41 casos ativos no concelho, tendo sido feita uma atualização por parte das autoridades de saúde em relação aos dados do surto epidemiológico na Associação Cultural e Social de Sanfins do Douro, onde se registam 25 casos positivos de infeção, nomeadamente 12 utentes do lar de idosos e 13 colaboradores.

Segundo o município, “quatro casos considerados inconclusivos numa primeira fase acabaram por se revelar negativos”.

Dados divulgados na quarta-feira apontavam para 17 funcionários infetados naquela Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) e 11 utentes do lar de idosos.

Os primeiros casos positivos em Sanfins do Douro foram detetados na IPSS, tendo-se alastrado depois à comunidade desta vila do concelho de Alijó, onde também uma enfermeira dos Cuidados Continuados da Santa Casa acusou positivo.

Em consequência, a escola básica, o quartel dos bombeiros, o posto dos Correios e a junta de freguesia fecharam temporariamente.

Agora, o município de Alijó anunciou que está a trabalhar com o Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Douro Norte para a instalação de uma linha de teleconsulta dedicada à população de Sanfins do Douro, cujo número será divulgado assim que a linha estiver ativa.

Ao todo, o concelho de Alijó registou 50 casos de Covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 41 estão ativos e há ainda 38 pessoas em isolamento.

Comentários