Elsa Nibra

Farmácias estão com falta de vacinas para a gripe

Já arrancou a segunda fase de vacinação contra a gripe, com as farmácias a terem um papel importante para evitar os aglomerados nos centros de saúde, em tempos de pandemia. O problema é que, neste momento, as vacinas não chegam para as encomendas e os profissionais estão com receio de que não haja vacinas suficientes para toda a gente.


De acordo com a Associação de Distribuidores Farmacêuticos, este ano as farmácias podem receber perto de 500 mil doses de vacinas, menos cem mil que em 2019. A campanha de vacinação nas farmácias arrancou a 19 de outubro e, para fazer um ponto da situação, a VTM visitou algumas farmácias da região e confirma-se: não há vacinas suficientes 

VILA REAL

Procura supera oferta

Isabel Brandão explora a farmácia Baptista, no centro histórico de Vila Real, desde junho e, neste momento, está preocupada com a falta de vacinas da gripe.

“Em agosto fizemos uma pré-reserva e recebemos cerca de 10 a 20% do que pedimos, o que é muito aquém”, lamenta. 

Responsável também pela farmácia da Campeã, esta farmacêutica explica que “o ano passado, na Campeã, dei 105 vacinas. Este ano, e prevendo que não nos iriam mandar a totalidade, encomendei 150 para conseguir administrar, pelo menos, o mesmo que o ano passado, mas, até agora

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários