Carlos Sousa

“Tenho três crises de ansiedade por dia”

É cada vez mais frequente falar-se em ansiedade e depressão e basta pensarmos no nosso círculo de amigos ou familiares para, facilmente, encontrarmos alguém com problemas de saúde mental, ou não fosse Portugal o segundo país da Europa com maior prevalência de doenças do foro mental (22,9%), com a ansiedade a surgir no topo das perturbações mais frequentes (16,5%). 


Como diz o ditado “quem vê caras, não vê corações” e muitas destas pessoas sofrem em silêncio. Quisemos, por isso, saber como é viver com ansiedade e que impacto teve a pandemia de Covid-19 na vida de alguém com este tipo de patologia.

Jéssica é aluna da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). Há

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários