DR

Primeira dose da vacina contra a covid-19 concluída nos lares da Misericórdia

A primeira dose da vacina contra a covid-19 já foi administrada aos utentes e funcionários das cinco estruturas residenciais para pessoas idosas (ERPI), da Santa Casa da Misericórdia de Chaves. O processo de vacinação decorreu durante dois dias.


O dia 6 de março de 2020 ainda pesa na memória da instituição. O dia em que os lares foram encerrados e as visitas proibidas, seguindo as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS), na tentativa de tentar travar o contágio da covid-19.

A escassas semanas de completar um ano sobre essa data marcante na história da vida das instituições de solidariedade social, mas sobretudo na vida dos seus utentes, dá-se início ao processo de vacinação contra a covid-19.

A aplicação da primeira vacina decorreu no Centro Social de Casas dos Montes, mais concretamente no Lar Padre Justino Magalhães, no passado dia 12 e depois de abranger 177 utentes e 170 funcionários da Santa Casa da Misericórdia de Chaves, o processo de vacinação da primeira dose está concluído.

Com 93 anos, Maria Alves conheceu o bisneto por videochamada, um dia depois de dar a vacina contra a covid-19. A alegria estampada no rosto da utente que reside na instituição há mais de uma dezena de anos ganhava um duplo significado, “a ver se agente se pode ver e se o vírus se vai embora mais depressa”, disse à neta, emocionada, enquanto olhava para o membro mais novo da família.

Sem esquecer que a segunda dose da vacina será administrada nos primeiros dias de fevereiro, a palavra esperança toma conta dos diversos equipamentos sociais da instituição. Para o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Chaves, o momento é de “resiliência e esperança”, disse Jorge Pinto de Almeida.

 

Comentários