Arquivo VTM

Autarquia mantém taxas municipais no índice de 2020

Aumento de cerca de 1%, que representaria 27 mil euros em receita para os cofres do município, vai ser suspenso em 2021, considerando a situação pandémica e os impactos económicos e financeiros que advém da mesma.


Prevê-se que em 2021, as taxas municipais sofram um aumento de cerca de 1%, segundo os índices publicados no Instituto Nacional de Estatística (INE), e que resultam da análise do indexante do valor de referência, do índice de preço ao consumidor exceto habitação, no período entre setembro de 2019 e outubro de 2020.

As taxas municipais são atualizadas automaticamente desde 2020, e mediante a análise do valor de referência, as mesmas poderão sofrem um aumento ou uma diminuição.

Com a previsão do aumento de 1%, o executivo municipal de Chaves, em reunião de câmara desta quinta-feira, decidiu, por unanimidade, “suster” a atualização automática das taxas municipais e manter os índices de 2020.

“A proposta que eu subscrevi vai no sentido de, considerando a situação pandémica que vivemos, e os impactos negativos em termos económicos e financeiros que tem tido nas empresas e famílias, não permitir que a aplicação automática das taxas municipais não aconteça e sustê-la”, explicou Nuno Vaz, líder da autarquia acrescentando que esta proposta, aprovada pelo restante executivo, “vai diminuir o encargo das empresas e das famílias com aquilo que são as taxas municipais”.

Com a manutenção dos índices de 2020, o município abdica-se assim de uma receita de 27 mil euros, valor que não entrará, este ano, nos cofres da autarquia.

Comentários