DR

Todos os utentes recuperados em lar de Mogadouro

Os atuais 73 utentes do Lar da Misericórdia de Mogadouro foram dados como "curados" da infeção por SARS-CoV-2, após 11 óbitos devido à covid-19, disse hoje o provedor da instituição.


"Lamentamos os 11 óbitos que registamos ao longo da duração do surto de covid-19, que atingiu a nossa instituição. Todos os utentes que não resistiram à infeção provocada pelo novo coronavírus tinham idade avançada e sofriam de múltiplas patologias associada, ou seja, pessoas já si, muito fragilizadas", disse à Lusa João Henriques.

O primeiro caso de infeção na Estrutura Residencial São João de Deus, situada em Mogadouro, no distrito de Bragança, surgiu no início de 2021.

Antes do surto, o lar tinha 84 utentes e 64 funcionários.

"Foram 45 dias de um sobressalto permanente e muita angústia" vincou o provedor da Santa da Misericórdia de Mogadouro.

Um utente que se encontrava internado no Hospital de Bragança, de acordo com o provedor SCMM, regressou hoje ao lar.

Segundo o último boletim epidemiológico emitido hoje pela Unidade Local de Saúde do Nordeste, a que a Lusa teve acesso, o concelho de Mogadouro tem 03 casos ativos de covid-19.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.400.543 mortos no mundo, resultantes de mais de 108,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 15.411 pessoas dos 787.059 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Comentários