DR

FAFE, 3 | MONDINENSE, 2

Golos e emoção num bom espetáculo

Entrada forte e determinada dos fafenses, com uma boa reação dos homens de Basto. A turma da casa conseguia incomodar os visitantes, que também respondiam com perigo. Apesar das várias ocasiões, o nulo a prevalecer ao intervalo.


FUTEBOL CAMPEONATO DE PORTUGAL — SÉRIE B

No segundo período, o Mondinense acreditou que poderia surpreender e nas jogadas iniciais esteve à beira de se colocar em vantagem, mas o golo acabaria por surgir aos 53’ e para os fafenses, através de Helinho. Os de Basto estavam ali para vender cara a derrota e pouco depois alcançaram a igualdade. E não ficaram por aqui, já que conseguiram passar para a frente do marcador, para desespero dos fafenses. Esta vantagem também não durou muito tempo, pois Paulinho correspondeu da melhor forma a um cruzamento para fazer o empate. O Fafe estreou no banco Carlos Salgado, que também passou pelo Mondinense esta época, mas sem êxito. Na estreia teve a felicidade do seu lado, quando já em período de compensação Pedro Matos fez o golo da vitória, perante uma equipa que não merecia ter saído derrotada deste jogo.

Comentários