Terça-feira, 6 de Dezembro de 2022
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

O litoral além, a Espanha é já ali…

Com a abertura ao tráfego, na sexta-feira, em Vila Pouca de Aguiar, do último troço da A7, de cinco quilómetros que se unem à A24, pela primeira vez, o Norte Litoral e o Interior Norte do País ficam ligados, por Auto-Estrada. Além disto, esta via torna mais rápida e menos longa a comunicabilidade rodoviária do […]

PUB

Com a abertura ao tráfego, na sexta-feira, em Vila Pouca de Aguiar, do último troço da A7, de cinco quilómetros que se unem à A24, pela primeira vez, o Norte Litoral e o Interior Norte do País ficam ligados, por Auto-Estrada. Além disto, esta via torna mais rápida e menos longa a comunicabilidade rodoviária do Norte de Portugal com o centro da Europa.

Na cerimónia da inauguração, o Secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas e Comunicações, Paulo Campos, referiu que “a abertura de Auto–Estradas, no Interior, representa o fim de alguma injustiça para com as regiões mais desfavorecidas”. Os constrangimentos, no tempo, dada a especificidade da área, por estar situada na Serra do Alvão e em zona de Rede Natura, foram, no entender de Paulo Campos, “bem superados”.

A presença deste membro do Governo foi aproveitada pelo Vice-Presidente da Câmara de Vila Pouca de Aguiar, Alberto Machado, para salientar “a necessidade da construção do IC 5, entre Vila Pouca de Aguiar – Murça – Miranda do Douro e de novos acessos urbanos à zona termal de Pedras Salgadas”.

António Pinelo, Vice-Presidente do Conselho de Administração das Estradas de Portugal, adiantou que a ligação da A7 a Felgueiras ficará pronta, no segundo semestre de 2009; e a Guimarães, nos finais de 2008. Dos troços concessionados, falta concluir um troço da A17, entre Marinha Grande e Mira de Aire, e, na A29, entre Angeja e Estarreja.

Paulo Campos, confrontado com os protestos das populações de Parada de Cunhos e Folhadela, quanto ao troço da Auto-Estrada Transmontana, reconheceu que “é normal, na fase de consulta às populações que vejam os seus interesses afectados, possam e bem pronunciar-se, como é o caso. É algo que registamos, a que estamos atentos e daremos a devida atenção, quando o processo retornar às nossas mãos”.

De referir que um dos efeitos já sentidos na A7, no Norte Interior, teve a ver com um aumento do tráfego pesado de mercadorias, na fronteira de Vila Verde da Raia (Chaves). Dos 3%, em 1985, ainda servida, exclusivamente, por EN, alcançou, já, os 16%, com as novas vias de comunicação. Este último troço da A7 liga, agora, os principais centros urbanos do Norte de Portugal, nomeadamente Porto e Braga a Vila Pouca de Aguiar, através da A7.

A partir deste concelho e pela A24 (gratuita) faz-se a ligação a Espanha (para Norte) e a Vila Real (para Sul). Esta cidade fica também a uma hora de viagem do Litoral, como também do Aeroporto Sá Carneiro. De referir que este pequeno troço ficou orçado em onze milhões de euros.

A AENOR foi constituída, em Junho de 1999. Explora 175 quilómetros de Auto-Estradas e o investimento total ronda os 824 milhões de euros, na Concessão Norte. Tem uma particularidade: as suas Áreas de Serviço distarão, em média, 26 quilómetros, em vez dos habituais quarenta.

 

Jmcardoso

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.