Quinta-feira, 21 de Outubro de 2021

Os nossos Seminários

1 – Em cada semana são vários os acontecimentos a merecer um comentário. Desta vez falarei dos Seminários como uma realidade eclesial e também social devido à influência que exercem em dezenas de jovens que não chegam a ascender ao sacerdócio. E por estar a decorrer o centenário da República, incluirei uma referência histórica.

-PUB-

2 – Os Seminários, como casas e instituições destinadas à preparação dos jovens candidatos ao sacerdócio, nasceram oficialmente no Concílio de Trento, decreto de 1563. Até então os candidatos eram formados nas paróquias pela diligência dos párocos, nas escolas catedrais e nas casas dos religiosos e, em Portugal, contava-se ainda com o contributo da Universidade de Coimbra, mas a criação da cadeira de Teologia levou tempo a instituir-se.

Sobretudo por motivos económicos, aquele decreto do concílio de Trento levou anos a executar-se em cada diocese. Em Braga (a que nos pertencíamos) o Seminário surgiu em 1572 devido ao esforço pessoal do arcebispo Beato Frei Bartolomeu dos Mártires, que havia tomado parte activa naquele concílio. Anos

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.