Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Pandemia faz parar comboio turístico

É o ganha pão de Victor há quatro anos. A pandemia afastou os turistas e passados nove meses as carruagens continuam vazia

-PUB-

Foi em 2016 que Victor Rodrigues se mudou do Recife (Brasil) para Mirandela. “Já vinha para trabalhar”, explica à VTM, longe de imaginar que, quatro anos depois, uma pandemia o fizesse parar.

“O comboio está parado desde março, praticamente. Não há turistas. No verão ainda se trabalhou um bocadinho, mas nada de especial”, confessa. 

Os últimos meses têm sido difíceis, até porque no final de 2019, passou de empregado a proprietário do comboio. “Cheguei a acordo com o ex-proprietário e fiquei com o comboio, mas nunca pensei que uma pandemia viesse pôr tudo em causa. Estamos a viver de economias, mas não podemos desistir. 2020 não está a ser tão bom quanto esperávamos, mas há que acreditar

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.