Sexta-feira, 26 de Novembro de 2021

Parque de campismo encerrado durante o verão

O município de Mirandela, no distrito de Bragança, divulgou hoje que decidiu não abrir o Parque Municipal de Campismo e Caravanismo neste verão como medida “necessária e prudente” para controlo da covid-19.

-PUB-

“Em virtude da atual situação provocada pelo surto do novo coronavírus e em concordância com a autoridade local de saúde pública, a autarquia determina a não abertura do Parque Municipal de Campismo e Caravanismo da Maravilha durante a época balnear do ano de 2020”, informou.

A Câmara Municipal, proprietária deste equipamento, justifica a medida com “o potencial de risco para a saúde pública e a preservação da segurança de todos os mirandelenses e dos cerca de seis mil campistas e caravanistas dos mais variados pontos do país e nacionalidades que habitualmente escolhem Mirandela para as suas férias e momentos de lazer neste equipamento turístico”.

“Todas as medidas que possam ser implementadas na prevenção e controlo da doença provocada pelo covid-19 são importantes nesta fase pandémica que, infelizmente, não se encontra superada”, sustenta, numa nota informativa assinada pela vereadora Vera Pires Preto.

A autarca salienta que a doença “continua a carecer da máxima atenção por parte do município de Mirandela”, que considera “como necessária e prudente” a decisão de não abrir o parque.

O município apela “melhor compreensão desta decisão tomada após grande ponderação, cujo principal objetivo é a manutenção da saúde e segurança dos mirandelenses e dos utilizadores deste espaço”.

O concelho de Mirandela regista 21 casos positivos do novo coronavírus.

Portugal contabiliza pelo menos 1.579 mortos associados à covid-19 em 42.454 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.