Domingo, 28 de Novembro de 2021
©DR

Plásticos de utilização única proibidos a partir de hoje

Plásticos de utilização única passam a ser proibidos a partir de hoje, ao abrigo da diretiva europeia que Portugal adotou. Uma medida que divide opiniões.

-PUB-

A diretiva, de aplicação obrigatória em todos os Estados-membros da União Europeia, proíbe, a partir de hoje, a venda de certos produtos de plástico como talheres, palhinhas, cotonetes, agitadores, varas de balões ou esferovites para recipientes de comida. Os próprios sacos de plástico que se usam para transportar a fruta, por exemplo, nos supermercados, vão deixar de ser oferta.

O Governo português tinha decidido operacionalizar a medida no ano passado, mas a pandemia levou ao seu adiamento.

As organizações ambientalistas consideraram que a versão final da legislação, que foi sujeita a consulta pública, ficou enfraquecida face a versões anteriores, nomeadamente ao deixar de estender a proibição a todas as embalagens de utilização única, não apenas de plástico, mas de qualquer material.

Pela positiva, foi destacada a obrigatoriedade de disponibilização de recipientes para comida reutilizáveis nos estabelecimentos com serviço de pronto a comer, estando também previstos apoios para a criação destas alternativas, a partir de janeiro de 2024.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.