Segunda-feira, 16 de Maio de 2022

Populares encontraram pertences de homem desaparecido

Foram muitos os populares que, este sábado, estiveram no terreno a ajudar nas buscas. Perto da habitação de Manuel Martins, desaparecido desde segunda-feira, encontraram alguns dos seus pertences

De acordo com o Capitão Sousa, da GNR de Vila Real, “neste momento, as buscas foram suspensas devido à falta de luz. Durante o dia há a realçar o facto de terem sido encontrados alguns pertences do desaparecido, nomeadamente a carteira e mais alguns objetos pessoais. Porém, para já, mais nada se sabe. Continua em paradeiro incerto”.

Ao que a VTM conseguiu apurar, os populares que ajudaram a percorrer a zona, em Linharelhos, freguesia de Salto, encontraram “as chaves de casa, dois maços de tabaco e um lenço, tudo pertença dele”, do “Vieirinha”, “junto a um salgueiro perto da sua habitação”.

Quanto ao perímetro de buscas, “este é definido de acordo com aquilo que é encontrado. Neste caso, tendo sido encontrada a carteira do desaparecido, as buscas concentraram-se nessa zona. No entanto, quanto mais tempo passa, como é óbvio, o perímetro vai sendo cada vez mais alargado”, explicou o Capitão Sousa.

A par dos muitos populares, no terreno estiveram “patrulhas do posto local, da GNR de Montalegre”, apoiadas pela corporação dos Bombeiros Voluntários de Salto. As buscas serão retomadas amanhã de manhã.

Recorde-se que Manuel Gonçalves Martins, 64 anos, natural e residente em Linharelhos, está desaparecido desde o final da tarde de segunda-feira, altura em que foi visto, pela última vez, por um popular perto da sua habitação. O alerta foi dado pelos vizinhos, aos Bombeiros de Salto, nessa mesma noite, após Manuel não ter ido à casa destes realizar a medicação habitual.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.