Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Produtos inovadores e de qualidade

Regia-Douro Park — Alto fuste- Está sediada no Regia-Douro Park e surgiu em 1999 pelas mãos de um grupo de amigos que tinha em comum a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).

-PUB-

 Hoje, é uma empresa de referência na região no setor agrícola e da segurança no trabalho, destacando-se a atividade da consultoria em projetos de investimento. Ao longo dos anos, por força das circunstâncias, sofreu algumas mudanças, tanto a nível estrutural, como no âmbito da sua atividade. “Adaptámo-nos ao mercado. Começámos pela vertente florestal, onde realizávamos projetos e nos dedicávamos à formação profissional e, neste momento, atuamos especificamente em dois setores: o da agricultura, onde continuamos a elaborar projetos de investimento, e o da comercialização de produtos agrícolas”.

Os produtos são um fator diferenciador desta empresa que aposta na alta tecnologia, de forma a garantir um contributo positivo na questão das alterações climáticas, uma das maiores ameaças ambientais, sociais e económicas atuais. De salientar, ainda neste âmbito, a ampla gama de produtos destinados à agricultura biológica. Uma outra área de atuação onde intervêm passa pela atividade de Higiene e Segurança no Trabalho, através do acompanhamento de obras e da realização de inspeção a equipamentos. 

Compromisso, Rigor e Proximidade

 

Estes são princípios que pautam o trabalho diário da equipa da Alto Fuste, que se foca no acompanhamento ao cliente, de modo a assegurar o apoio necessário ao seu sucesso, Carlos Felgueiras, responsável da empresa, considera que este é o fator que os diferencia. 

“Para além da qualidade-preço daquilo que comercializamos, procuramos perceber as necessidades do cliente, através de um acompanhamento de proximidade”, explica, acrescentando que mais importante do que alcançar os objetivos comerciais é “perceber o que o agricultor ou as quintas realmente precisam”, condição imprescindível para a criação e manutenção de relacionamentos de confiança com os clientes. 

Sobre o futuro, a perspetiva é, claramente, o “crescimento”. “Temos um grande apoio dos nossos colaboradores e das empresas que trabalham connosco e queremos continuar, aos poucos, a crescer”, refere Carlos Felgueiras, esclarecendo que o principal objetivo passa pela consolidação do negócio. 

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.