Terça-feira, 18 de Janeiro de 2022

Quando a porta se abriu, a Águia voou

A atravessar um bom momento, o Benfica goleou o Chaves por 4-0, números que poderiam ter atingido outros contornos não fosse a bela exibição do guarda-redes António Filipe.

-PUB-

Em vésperas de ir disputar o clássico ao Dragão, os encarnados estavam proibidos de perder pontos e os flavienses procuravam amealhar algum para o seu magro pecúlio.

Bruno Lage não podia contar com os castigos André Almeida e Ferro, optando sem surpresas pelas chamadas de Corchia e o recuo de Samaris para o eixo defensivo, com a entrada de Florentino para o lugar do grego. Do lado transmontano, William, baixa por lesão, foi substituído por Platiny.

Os transmontanos criaram a primeira situação de golo, com Rúben Macedo (6’) a servir Platiny para um cabeceamento perigoso. A jogar em casa, o Benfica assumiu o jogo, mas estava a sentir dificuldades em contornar a disposição defensiva da equipa de Tiago Fernandes.

Depois de uma ténue ameaça de Rafa, a segunda situação de verdadeiro perigo também foi dos transmontanos, com Rúben Macedo a obrigar Vlachodimos a desviar para canto. Aos 19’, surgiu o primeiro golo por Rafa, num lance de alguma infelicidade para os transmontanos (com Campi a chutar contra Maras) e com mérito para João Félix que não desistiu de uma bola que estava praticamente perdida. Uma vantagem algo imerecida face ao que o jogo tinha dado até esse momento: Benfica com mais bola mas

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.