Sexta-feira, 25 de Junho de 2021

Segunda parte de sentido único não foi suficiente para vencer

Na sempre difícil fuga à despromoção, os transmontanos não foram além de uma divisão pontual diante de um Rio Ave que ficou reduzido a dez jogadores aos 20 minutos, por expulsão de Filipe Augusto, por duplo amarelo, situação que os transmontanos não foram capazes de aproveitar.

-PUB-

FUTEBOL I LIGA

O resultado teve implicações no comando técnico, com Tiago Fernandes a deixar os flavienses sendo substituído por José Mota.
A equipa vila-condense, orientada por Daniel Ramos, treinador que iniciou a temporada no comando dos flavienses, entrou bem e foi controlando os acontecimentos, o que nem a expulsão colocou em causa.

Mesmo em inferioridade numérica, o Rio Ave adiantou-se no marcador por intermédio de Ruben Semedo, que deu a melhor sequência a um livre de Fábio Coentrão. Numa primeira parte de fraca qualidade, esta foi a única oportunidade de golo, com a equipa forasteira a demonstrar eficácia total. Aos transmontanos só os três pontos interessavam pelo que era preciso correr atrás do resultado, mas

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.