Sábado, 2 de Julho de 2022

Semana da leitura marcada por “poesias cantadas”

Cerca de 9000 pessoas já passaram pela Biblioteca Municipal, desde a sua inauguração. Através de várias iniciativas, realizadas naquele equipamento, como, por exemplo, a “Semana da Leitura”, pretende-se aumentar, cada vez mais, o número de leitores vila-realenses, restando esperar que a questão do aquecimento e dos cartões de utente da Biblioteca se resolva, para que […]

Cerca de 9000 pessoas já passaram pela Biblioteca Municipal, desde a sua inauguração. Através de várias iniciativas, realizadas naquele equipamento, como, por exemplo, a “Semana da Leitura”, pretende-se aumentar, cada vez mais, o número de leitores vila-realenses, restando esperar que a questão do aquecimento e dos cartões de utente da Biblioteca se resolva, para que se ofereça à população um serviço a 100 por cento.

Dezenas de crianças têm vindo a participar nas actividades que, organizadas pelo Departamento de Línguas da Escola Monsenhor Jerónimo do Amaral, no âmbito da Semana Nacional da Leitura, terminam, amanhã. Para muitas delas, isso representou a sua primeira visita à Biblioteca vila-realense, inaugurada. em Novembro do ano passado.

“Esta iniciativa teve vários objectivos, um deles foi mostrar a Biblioteca aos mais jovens”, explicou Carla Azevedo, da organização da iniciativa que, no total, vai abranger cerca de 200 jovens do Agrupamento de Escola Monsenhor Jerónimo do Amaral.

O incentivo à leitura foi idealizado pelos docentes do Agrupamento, através da animação de poemas apresentados em várias sessões de “poesia cantada”, numa estratégia de ensino e incentivo à leitura, recorrendo à animação, na sala de aula, com a utilização de várias vertentes artísticas, como a música, a dança, o teatro ou a expressão plástica, entre outras.

Outra característica especial da actividade foi o facto de ter sido preparada e apresentada, por alunos do Segundo Ciclo do Ensino Básico aos alunos do Primeiro Ciclo, com o intuito de proporcionar, também, a ligação entre os vários graus de escolaridade.

“Gostei muito, foi muito divertido ouvir poesias com música”, garantiu, ao Nosso Jornal, Sara Ribeiro que, com 10 anos, afirma que gosta de ler, mas é sincera, ao adiantar que prefere os jogos de computador às histórias dos livros.

Durante toda a semana, o sector infantil da Biblioteca de Vila Real foi animado pelos alunos da Escola Monsenhor Jerónimo do Amaral, uma dinamização que tem vindo a ser fomentada, com muitas outras actividades, organizadas pela própria Direcção da Biblioteca que, durante todo o mês de Março, tem já agendado um conjunto de iniciativas que vão desde a apresentação de filmes, espectáculos de teatro, sessões de conto, apresentações de livros, organização de exposições e mais de uma dezena de visitas de turmas de estudantes das várias escolas do concelho.

Desde a sua abertura, a Biblioteca Dr. Júlio Teixeira já recebeu cerca de 9.000 leitores, sendo de lamentar o facto de ainda não se ter resolvido a questão do aquecimento do edifício nem, tão pouco, foram entregues os cartões de leitores que permitirão que os utilizadores possam requisitar livros.

 

Maria Meireles

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.