Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Simulacro fecha Túnel do Marão na noite de quinta-feira

O Túnel do Marão vai estar cortado ao trânsito na noite de quinta-feira para a realização de um simulacro que visa testar os equipamentos instalados na infraestrutura e a articulação entre as entidades.

-PUB-

A Infraestruturas de Portugal (IP) disse que a realização do simulacro vai levar ao corte de tráfego no Túnel do Marão, inserido na Autoestrada 4 (A4), entre Vila Real e Amarante, nos dois sentidos, entre as 21:00 de quinta-feira e as 06:00 de sexta-feira.

O trânsito será desviado para o Itinerário Principal 4 (IP4), entre os nós de ligação ao IP4 e o da Campeã.

Segundo a Infraestruturas de Portugal, o “exercício tem como objetivo testar os equipamentos instalados no túnel, a articulação das diferentes entidades ligadas ao socorro e proteção civil, autoridades policiais e a IP como entidade exploradora da infraestrutura”.

A realização do simulacro permite, de acordo com a empresa, dar cumprimento ao previsto no Plano de Emergência Interno do Túnel do Marão.

O exercício decorrerá em parceria com a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) através do Comando Regional de Emergência e Proteção Civil do Norte, em articulação com os comandos distritais de operações de socorro (CDOS) do Porto e Vila Real.

A IP pediu “compreensão pelos incómodos e inconvenientes” que a situação irá provocar, salientando estar a “contribuir para a melhoria das condições de segurança dos utilizadores da infraestrutura”.

A Autoestrada do Marão concluiu o prolongamento da A4 de Amarante a Vila Real, inclui um túnel rodoviário de quase seis quilómetros e abriu a 08 de maio de 2016, depois de sete anos de obra, três paragens nos trabalhos e do resgate pelo Estado.

O Túnel do Marão assinalou cinco anos de funcionamento em maio. De acordo com dados revelados nesse mês, desde 2016 o túnel foi atravessado por cerca de 19 milhões de veículos, que até então geraram uma receita de 43 milhões de euros de portagens.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.