Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Situação do Centro Hospitalar “é preocupante”

Sem Conselho de Administração desde maio, o CHTMAD necessita “urgentemente” de investimento para colmatar a falta de equipamento e de recursos humanos.

-PUB-

Em visita a Vila Real, ao Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, lamentou a situação em que o mesmo se encontra, referindo que as “deficiências são muito grandes”, não só a nível de falta de equipamentos, mas também no que diz respeito à falta de recursos humanos. 
À VTM, Miguel Guima–rães deu conta de uma série de problemas que estão a afetar os profissionais de saúde desta instituição, que têm sido, na sua opinião, “verdadeiramente escravos do Serviço Nacional de Saúde, fazendo muitas mais horas do que aquelas que devem”. 

“TEMPOS DE ESPERA ULTRAPASSAM OS 1800 DIAS”

“O centro hospitalar depende muito da qualidade dos seus profissionais e

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.