Sábado, 2 de Julho de 2022

Um empate e uma derrota, para Vila Real

Após a realização da primeira jornada da Copa Gallaecia, as Selecções do Porto, Braga, Vigo e Santiago lideram os respectivos Grupos da Fase de Apuramento. No Grupo 1, a Selecção da AF Porto deslocou-se à Corunha e bateu a Selecção da “casa”, por 3-2, tendo vencido, igualmente, a selecção de Pontevedra, por 2-0, assumindo, assim, […]

Após a realização da primeira jornada da Copa Gallaecia, as Selecções do Porto, Braga, Vigo e Santiago lideram os respectivos Grupos da Fase de Apuramento.

No Grupo 1, a Selecção da AF Porto deslocou-se à Corunha e bateu a Selecção da “casa”, por 3-2, tendo vencido, igualmente, a selecção de Pontevedra, por 2-0, assumindo, assim, a liderança. O encontro entre as Selecções da Corunha e de Pontevedra terminou empatado, a uma bola.

No Grupo 2, a Selecção anfitriã e organizadora da Fase Final da Copa Gallaecia, a AF Braga, no primeiro jogo, bateu a selecção provincial de Lugo, por 2-0 e, no segundo encontro, venceu a AF Bragança, por 1-0, isolando-se, no primeiro lugar. No último jogo da jornada, Bragança impôs-se a Lugo, vencendo, por 3-0.

A Selecção de Vigo, na primeira jornada do Grupo 3, realizada em Ourense, bateu a sua congénere da Galiza, por 4-2 e a AF Vila Real, por 3-1. Ourense e Vila Real empataram, no outro jogo, por 1-1.

O Grupo 4 é o que está mais equilibrado, no final da primeira jornada, já que nenhuma equipa conseguiu vencer os dos jogos. Ainda assim, a Selecção de Santiago de Compostela que recebeu esta primeira jornada venceu a congénere de Ferrol, por 3-0 e empatou com a AF Viana do Castelo. No último encontro, Ferrol bateu Viana, por 2-1.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.