Segunda-feira, 26 de Julho de 2021

Uma escola virada para a agricultura

ESPECIAL ENSINO — Escola Profissional de Desenvolvimento Rural do Rodo

-PUB-

Para perceber a origem da Escola Profissional de Desenvolvimento Rural do Rodo é preciso recuar mais de 50 anos. Hoje em dia, e com o mundo em constante mudança, Susana Massa deixa a garantia que “os alunos saem daqui prontos para o mundo do trabalho ou então para prosseguirem estudos”.

À VTM, a diretora do estabelecimento destacou “o protocolo que fizemos com o Instituto Politécnico de Bragança para, no próximo ano letivo, termos um curso técnico superior de viticultura e enologia, de nível V”, um curso que “se enquadra na região e que vai ao encontro da matriz da escola”.

Mas a oferta educativa não se fica por aqui. “Todos os anos abrimos, em média, cinco a seis cursos profissionais. No próximo ano letivo vamos abrir seis, um deles pela primeira vez, que é o curso técnico de auxiliar de saúde”, refere Susana Massa.

Com cerca de 150 alunos, vindos de vários concelhos, a diretora garante uma das coisas que distingue esta de outras escolas, que é “termos uma residência escolar, que permite que os nossos estudantes fiquem cá durante a semana”.

Além disso, “a região onde está inserida torna-a diferente”, salienta, acrescentando que “é uma mais -valia termos um espaço de aproximadamente 10 hectares e instalações adaptadas a cada curso, faz a diferença”.

Já sobre a pandemia, a responsável admite que “a principal dificuldade foi gerir a grande componente prática destes cursos, sendo que o ensino à distância dificulta muito essa parte”, contudo, “penso que correu tudo bem”. 

Para o futuro, Susana Massa aponta, como principais desafios, “a escola continuar a dar resposta às necessidades da região e manter a matriz agrícola”, lembrando que “temos selo de qualidade EQAVET por três anos e, portanto, existe aqui uma forte ligação da escola com todos os parceiros”.

Situada na Quinta do Rodo, em pleno Douro Vinhateiro, a Escola Profissional da Régua, como é vulgarmente apelidada, tem a agricultura como pedra basilar e os quase oito hectares de vinha permitem-lhe produzir vinho do porto. Graças às excelentes condições do solo e de produção, a escola é detentora de uma marca registada, a “Quinta do Rodo”, sendo que os alunos participam em todo o processo.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.