Terça-feira, 15 de Junho de 2021

Unidade de Saúde Familiar Nuno Grande com novas instalações

A Unidade de Saúde Familiar (USF) Nuno Grande, em Vila Real, começa a funcionar em novas instalações a 12 de março, depois de um investimento de 790 mil euros em obras de recuperação de um edifício inacabado.

-PUB-

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Marão e Douro Norte informou hoje que a USF Nuno Grande, que serve 12 016 utentes, vai passar para novas instalações localizadas na avenida 1.º de Maio, no centro da cidade, deixando o centro de saúde número um.

Segundo fonte do ACES Marão Douro Norte, a USF Nuno Grande é atualmente composta por oito médicos, oito enfermeiros, cinco secretários clínicos e quatro internos.

O novo espaço possui gabinetes de consulta médica, gabinetes de enfermagem, salas de tratamentos, um gabinete médico de saúde infantil, um gabinete de enfermagem de saúde infantil, um gabinete médico de saúde materna e ainda um gabinete de enfermagem de saúde materna.

Esta unidade de saúde representa um investimento total de 790 mil euros, com uma comparticipação FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional) de 671 mil euros (correspondente a 85% do valor global).

Para instalar a Nuno Grande, foi aproveitado um edifício que a Câmara de Vila Real começou a construir há alguns anos para albergar um centro transfronteiriço e que está localizado no centro da cidade, sobre as escarpas do rio Corgo.

A obra nunca foi concluída por causa de problemas financeiros por parte do empreiteiro.

O imóvel entrou para a lista dos espaços abandonados e inacabados na cidade de Vila Real, que são considerados "manchas urbanísticas" e alvo de muitas queixas e críticas por parte da população local.

O edifício foi cedido gratuitamente pelo município de Vila Real para a instalação da Unidade de Saúde Nuno Grande.

O concelho de Vila Real possui quatro unidades de saúde familiar das seis existentes na área do ACES, que abrange ainda os municípios de Mesão Frio, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Sabrosa, Alijó e Murça.

A fonte do ACES referiu que Vila Real não possui “utentes sem médico de família”, exceto por opção dos mesmos.

Existem ainda duas novas candidaturas em curso para criar USF em Mesão Frio e Santa Marta de Penaguião.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.