Sexta-feira, 25 de Junho de 2021
©Arquivo VTM

UTAD testa funcionários de lares

O objetivo "é ampliar e melhorar a resposta ao trabalho em rede que tem vindo a ser realizado com as autoridades de saúde"

-PUB-

No âmbito de um protocolo celebrado com o Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social (MTSS), através do Instituto da Segurança Social (ISS), a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) iniciou a 11 de dezembro a realização de testes à Covid-19 em profissionais de estruturas residenciais para idosos e unidades de cuidados continuados de resposta a pessoas idosas, crianças, jovens e pessoas com deficiência, onde não exista identificação de casos suspeitos ou positivos. O objetivo é prevenir e mitigar a ocorrência de surtos nestas estruturas de apoio social.

Os profissionais destas infraestruturas estão a ser encaminhados pelo ISS para a Unidade de Saúde da UTAD, onde são testados por enfermeiros qualificados e sob a Direção Clínica do médico Pedro Felgar. Após a recolha, as amostras são enviadas para análise no Centro de Testagem Covid-19 da UTAD. Neste primeiro dia foram testados cerca de 30 profissionais.

A Universidade, que tem diversos protocolos de parceria com a ARS Norte, nomeadamente para análise de testes no Centro de Testagem Covid-19 que atingiu esta semana 19.500 análises realizadas, alarga agora o apoio através deste protocolo com o MTSS que vai permitir a realização de todo o processo (recolha e análise de testes).

O objetivo é ampliar e melhorar a resposta ao trabalho em rede que tem vindo a ser realizado com as autoridades de saúde, e agora também com o MTSS, “sempre com sentido de responsabilidade e compromisso para com a região e os seus cidadãos”, disse Fontainhas Fernandes, reitor da UTAD.​

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.