Terça-feira, 27 de Julho de 2021
©DR

Vai ser possível visitar a maior concentração portuguesa de pintura rupestre

O concelho de Mirandela guarda aquela que é considerada a maior concentração portuguesa de pintura rupestre, que vai passar a ser visitável.

-PUB-

As pinturas foram descobertas há 32 anos nas escarpas da Serra de Santa Comba e o local vai ser alvo de estudos e intervenções com o apoio financeiro do programa “Promove o futuro do Interior”, uma iniciativa do banco BPI e da Fundação “La Caixa”, em parceria com a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

“EscarpArte” é o nome do projeto que propõe “uma viagem de sete mil anos pelas pinturas rupestres datáveis do quarto e terceiro milénios Antes de Cristo (A.C.)”, segundo a autarquia transmontana.

A presidente da câmara, Júlia Rodrigues, destaca que este projeto “pretende contribuir para o desenvolvimento socioeconómico do concelho” e acredita que conseguirá “atrair públicos e potenciar ciclos de visitação que contribuam para mitigar os efeitos do despovoamento do interior do país”.

Além de estudos de arte rupestre, das intervenções planeadas constam o mapeamento e levantamento digital 3D e multiespectral, a realização de trabalhos de arqueologia por meio de escavação, de trabalhos de conservação e valorização arquitetónica, processamento e análise de materiais recolhidos”.

O investimento estimado é de “200 mil euros, sendo a comparticipação por parte da autarquia de cerca de 95 mil euros”, e a iniciativa conta também com apoio da Direção Regional de Cultura do Norte.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.