Segunda-feira, 25 de Outubro de 2021

Vila-realenses vão votar, mas não conhecem todos os candidatos

O universo do inquérito pode ser reduzido, no entanto, serve para mostrar o grau de desconhecimento dos vila-realenses relativamente ao sufrágio para escolha do próximo presidente da República Portuguesa. Os nomes de Cavaco Silva e Manuel Alegre são os mais mencionados, seguidos dos de Fernando Nobre e Francisco Lopes, no entanto todos foram referidos mais que uma vez. De registar que nenhum dos entrevistados soube dizer o número correcto de candidatos que estarão a votos.

-PUB-

A dez dias das Presidenciais, o Nosso Jornal ligou, aleatoriamente, para 10 números da lista telefónica do concelho de Vila Real e interpelou mais dez pessoas na rua, questionando sobre a intenção de votar, ou não, e sobre os candidatos que estão na corrida eleitoral do próximo dia 23. O resultado: a maior parte vai votar, alguns ainda não decidiram em quem e a maioria acredita, erradamente, que serão apenas quatro os nomes que aparecerão no boletim do voto.

Das 20 pessoas questionadas, 15 garantiram que vão cumprir o seu dever e direito cívico, quatro adiantaram que não vão às urnas e apenas uma se mostrou indecisa sobre o acto de votar. “Votar para quê? Quem está na oposição diz o contrário de quem está no Governo, mas quando vão lá parar fazem o mesmo, ou pior. Não sei…”, referiu o hesitante.

Do total de pessoas que vão votar, apenas quatro manifestaram indecisão em relação à escolha a fazer no boletim, dois referiram mesmo que “não acreditam em nenhum dos candidatos”, mas apenas um assumiu o voto em branco.

Relativamente à notoriedade que os candidatos têm junto da população do concelho, quando questionado sobre os seus nomes, Cavaco Silva, actual presidente da República, aparece na totalidade das respostas, seguido de Manuel Alegre, que não foi dito apenas 3 vezes.

Apesar dos restantes nomes terem sido sempre referidos, Fernando Nobre, Francisco Lopes e Manuel Coelho são mais conhecidos que Defensor Moura, que apenas foi mencionado por quatro pessoas.

Das 20 pessoas questionadas, nenhuma acertou no número de candidatos, muitas contabilizaram quatro, algumas referiram cinco, mas nenhuma respondeu acertadamente (seis).

“Não gosto de nenhum”, “vou votar, sei os nomes, mas não conheço bem ninguém”, “nenhum vale nada”, “não vou votar porque não merece a pena”, “vou votar em quem não tem partido”. Esses foram apenas alguns desabafos transmitidos ao Nosso Jornal e que demonstram o descrédito dos vila-realenses na política.

Para que possam escolher entre todos os candidatos à disposição, o Nosso Jornal deixa aqui as fotos e alguma informação sobre cada um dos rostos das Presidenciais, sendo então de sublinhar que as candidaturas que foram definitivamente admitidas pelo Tribunal Constitucional são as lideradas por Cavaco Silva, Defensor Moura, Francisco Lopes, Manuel Coelho, Manuel Alegre e Fernando Nobre.

Depois da passagem pelo distrito, primeiro, de Francisco Lopes e, depois, de Manuel Alegre, Vila Real vai receber hoje a visita de Cavaco Silva. O candidato do Partido Social-Democrata vai participar num comício a realizar no Teatro de Vila Real, pelas 19h30, e no qual deverá estar presente também Pedro Passos Coelho.

Na próxima segunda-feira será a vez de Manuel Alegre, candidato apoiado pelo Partido Socialista, e pelo Bloco de Esquerda, subir ao palco do Teatro vila-realense com a realização de um comício que vai marcar o final de um dia de visita aos dois distritos transmontanos, estando ainda prevista uma acção de campanha pelas ruas de Chaves durante a tarde.

Até à hora de fecho desta edição do Nosso Jornal, não foi possível saber se está previsto na agenda dos restantes candidatos a passagem pelo distrito de Vila Real durante a fase de campanha eleitoral.

De recordar que, nas últimas Presidenciais, em 2006, 123.309 dos 223.518 eleitores inscritos no distrito de Vila Real votaram, tendo saído vencedor Cavaco Silva, com 64,61 por cento dos boletins a seu favor.

No segundo lugar ficou Manuel Alegre, com 14,54 por cento dos votos, seguido por Mário Soares (14,11%), Jerónimo de Sousa (3,35%), Francisco Louça (3,08%) e Garcia Pereira (0,32%).

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.