Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021

1º de Maio assinalado “com lugares marcados”

As comemorações deste ano foram diferentes do habitual, devido à pandemia de Covid-19, mas nem por isso o povo deixou de sair à rua.

-PUB-

Ao contrário da União Geral de Trabalhadores (UGT), que cancelou as iniciativas planeadas para o 1º de Maio, a Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses (CGTP) levou o Dia do Trabalhador para as ruas. 

Na Praça do Município, em Vila Real, cerca de 30 pessoas assinalaram a data, de cravo na mão e com palavras de ordem. E porque a situação de pandemia assim o obriga, não faltaram as máscaras e o lugar marcado.

António Serafim, da CGTP, explicou, minutos antes do arranque das celebrações, que “como podem ver, o espaço está devidamente organizado para que haja o distanciamento sanitário aconselhado e toda a gente está de máscara”.

O líder sindical disse ainda que “a situação que estamos a atravessar exige, de toda a população,

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.