Domingo, 17 de Outubro de 2021

3,5 ME para projetos de inovação tecnológica

A Comunidade Intermunicipal (CIM) das Terras de Trás-os-Montes está a aplicar 3,5 milhões de euros em três projetos de inovação tecnológica que foram hoje destacados pelo Governo como exemplos de coesão territorial e proximidade com as populações.

-PUB-

No âmbito desta CIM estão a ser desenvolvidos os projetos “Trás-os-Montes Conectada” (2,8 milhões de euros), “Balcão Móvel” (450 mil euros) e “Smart Region” (200 mil euros), iniciativas com financiamento comunitário que foram hoje apresentadas no Ecopark do Azibo, em Macedo de Cavaleiros, no âmbito da iniciativa “Governo Mais Próximo”.

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, destacou o “excelente exemplo” de “coesão territorial” que proporciona “mais e melhores serviços à população”.

Já Alexandra Leitão, ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, destacou o exemplo de “parceria a vários níveis de decisão, local, regional e nacional”.

O projeto “Trás-os-Montes Conectada” consiste na aposta numa estrutura tecnológica que permitirá aos municípios o acesso a uma plataforma online única que servirá os cidadãos da sub-região de Terras de Trás-os-Montes.

A iniciativa abrange, por exemplo, a instalação de uma ‘rede wi-fi’, uma ‘cloud privada’, o desenvolvimento de uma ‘app’ onde os municípios podem questionar a autarquia sobre uma solução que querem ver resolvida, ou o “Pet care”, para resolver problemas com animais.

O projeto “Balcões Móveis” abrangeu a aquisição, por parte de cada um dos nove municípios da CIM de Terras de Trás-os-Montes, de um veículo 100 por cento elétrico, que leva serviços como pagamento de água e luz ou renovação do cartão do cidadão às várias localidades.

Dos nove balcões móveis, há seis em funcionamento num total de mais 4.400 atendimentos realizados até agora. Nestes equipamentos são prestados 240 serviços.

A totalidade dos balcões deverá estar em funcionamento em março.

Para a ministra Alexandra Leitão, estes balcões móveis “proporcionam uma solução de proximidade às populações”.

“Modernizar o Estado é mesmo isso e exige necessariamente que todos nos envolvamos, os vários níveis administrativos”, frisou.

O projeto “Smart Region” vai ser candidatado ao Norte 2020 e visa melhorar o acesso às tecnologias de informação.

Os três projetos deverão estar implementados até setembro.

Artur Nunes, presidente da CIM Terras de Trás-os-Montes e da Câmara de Miranda do Douro, aproveitou a presença das ministras para reivindicar a “presença da rede 5G para toda a região transmontana”, como disse que vai acontecer na Madeira e dos Açores.

“Queremos que todas as aldeias tenham acesso ao 5G. Acho que é uma grande aposta que o Governo pode fazer e que permitirá servir melhor os cidadãos”, salientou o autarca.

O executivo socialista está entre hoje e quinta-feira no distrito de Bragança, para o arranque da iniciativa "Governo mais próximo", que inclui visitas à região de ministros e secretários de Estado e uma reunião do Conselho de Ministros.

Esta será a primeira edição de uma iniciativa que vai levar os governantes a percorrer o país ao longo da legislatura, com o objetivo de "entrar em contacto direto com cada região e a população", e exercer uma "governação de proximidade".

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.