Terça-feira, 6 de Dezembro de 2022
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

AAUTAD sobe ao pódio, no Campeonato Nacional

A recém criada classe de Ginástica da AAUTAD que participou, pela primeira vez, no Campeonato Nacional de Mini-Trampolim, no dia 2 de Junho, no Fundão, obteve um brilhante resultado, no escalão de Seniores, alcançando o 3.º lugar, por equipas. O cumprimento dos objectivos previamente definidos e a excelente prestação garantiram, à equipa, o respectivo resultado. […]

PUB

A recém criada classe de Ginástica da AAUTAD que participou, pela primeira vez, no Campeonato Nacional de Mini-Trampolim, no dia 2 de Junho, no Fundão, obteve um brilhante resultado, no escalão de Seniores, alcançando o 3.º lugar, por equipas.

O cumprimento dos objectivos previamente definidos e a excelente prestação garantiram, à equipa, o respectivo resultado.

No que respeita à competição individual, os ginastas da AAUTAD conquistaram o 12.º lugar (Rui Pires), o 13.º (Rui Coelho) e o 18.º (Miguel Nascimento), resultados promissores. tendo em consideração que dispuseram, apenas, de um mês de treino.

Fica o forte desejo de que, para o ano, com mais tempo e boas condições de treino, se melhorem as classificações das competições individuais.

Pelo que ficou demonstrado, os ginastas da AAUTAD constituem já uma referência para os mais novos que queiram enveredar por esta modalidade.

Entretanto, na mesma competição, esteve presente, também, o Ginásio Clube de Vila Real, representado por seis atletas: Ana Nogueira, Tiago Peixoto, Catarina Gomes, João Nogueira, Vítor Branco e Diogo Pereira. Tiago Peixoto e Diogo Pereira foram estreantes. Todos os atletas alcançaram bons resultados.

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.