Sexta-feira, 30 de Julho de 2021

Aberto concurso para concessão e fiscalização de estacionamento

A Câmara de Vila Real abriu concurso público para a concessão, exploração e fiscalização do estacionamento à superfície e subterrâneo da cidade, segundo o anúncio publicado hoje em Diário da República (DR).

-PUB-

De acordo com o anúncio do DR, o concurso diz respeito à concessão de obra pública e serviço público do futuro parque de estacionamento, de dois parques de estacionamento existentes e dos lugares públicos de estacionamento pagos na via pública na cidade de Vila Real, por um período de 30 anos.

A nova concessão inclui a construção de um parque de estacionamento silo auto nos terrenos do seminário diocesano, próximo da avenida Carvalho Araújo, com mais de 200 lugares e que implica um investimento de cerca de 4,3 milhões de euros.

O presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos (PS), já explicou que, com o modelo proposto, a “concessão significará uma receita mínima de 200 mil euros (anuais) para o município, que a aplicará integramente nos transportes públicos”, para além de significar também um “novo parque de estacionamento e a manutenção dos preços praticados há seis anos”.

Este novo concurso já foi criticado pela oposição PSD porque vai alargar o período concessionado de “20 para 30 anos”, aumentar em 308 o número de lugares a taxar na via pública, ficando a cidade com um total de “850 lugares pagos”, e “não apoia” o comércio local.

Os interessados têm um período de 50 dias para apresentarem as propostas a partir da data de envio do anúncio para publicação no DR, designadamente 18 de agosto.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.