Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021

Animação em rede com idosos

É um projecto singular na área da diversão e de lazer destinado aos seniores na região de Trás-os-Montes. O Centro Cultural Recreativo de Vilar de Maçada, Centro Social de Vila Verde e a Santa Casa de Misericórdia de Murça deram as mãos e estão a implementar um projecto de animação que consiste na realização de seis eventos de diversão, distribuídas pelas localidades, que vão envolver os idosos das três instituições

-PUB-

Em cada sessão, este importante intercâmbio está a abranger mais de uma centena de utentes e inclui um variado conjunto de actividades, que vão desde a realização de passeios, lanches convívios, jogos populares, workshops e até idas à discoteca, como nos contou o presidente do Centro Cultural e Recreativa de Vilar de Maçada, José Manuel Freire. “Temos prestado uma grande atenção na área da animação a idosos. Era uma componente que estava um pouco adormecida, mas agora a realidade é outra, como comprova esta colaboração em rede e que está a ter bastante êxito. Foi uma forma de rompermos com o isolamento de alguns utentes que têm assim a oportunidade de trocar saberes e experiências num clima de alegria e confraternização. Além dos passeios, lanches, as idas à discoteca, vamos começar com a iniciação ao Boccia”.

O CCRVM disponibiliza também, aos seus utentes seniores, uma consola para jogos e que tem tido uma aceitação surpreendente. Está ainda prevista uma sessão de esclarecimento levada a cabo pela GNR sobre burlas, a participação no encontro concelhio de jogo de Boccia, que irá decorrer em Alijó.

Durante este ano, no âmbito do funcionamento do Centro das Actividades dos Tempos Livres, CATL, o CCRVM levou a efeito, no Verão, um conjunto de iniciativas, que envolveram cerca de 40 crianças e jovens, que realizaram passeios, idas à piscina e ao rio. Seguindo o mesmo propósito, ao longo de um mês, durante a época de vindima, um CATL especial permitiu aos pais deixar os filhos no Centro Social até às 19h00,facilitando de certa forma o seu desempenho laboral. “As actividades extracurriculares acabavam às 17h00 e nós demos resposta até mais tarde, o que facilitou a vida aos pais que andavam nas vindimas”, sublinhou José Manuel Freire.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.