Sexta-feira, 25 de Junho de 2021

Apreensão de armas de fogo por violência doméstica

O Comando Territorial de Bragança, através Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), aprendeu duas armas de fogo na sequência de um inquérito pelo crime de violência doméstica.

-PUB-

No âmbito de uma investigação pelo crime de violência doméstica, foi possível apurar que um homem de 59 anos agrediu a sua esposa, o que culminou na apreensão de duas armas de fogo, nomeadamente uma caçadeira e uma pistola, como medida cautelar. A vítima, de 52 anos, após o episódio de violência refugiou-se na casa da sua filha.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Torre de Moncorvo.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.