Sábado, 4 de Dezembro de 2021

Associação sindical procura respostas aos problemas das mulheres polícia

Relatório europeu será apresentado em fevereiro e pretende encontrar soluções para problemas concretos das agentes de segurança pública  

-PUB-

Num projeto de âmbito europeu, a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) está a fazer um diagnóstico dos problemas que afetam as mulheres polícia, que apenas representam 10 por cento do efetivo, ou seja, cerca de 2 mil.

Em declarações à VTM, Cristiano Correia, coordenador do projeto, referiu que está a ser feito um diagnóstico em vários países europeus para depois ser elaborado um relatório, que será apresentado na capital italiana, Roma, na próxima terça-feira. “Tivemos encontros com mulheres polícia de todo o país para depois vertemos num relatório os problemas com que se deparam no exercício das suas funções”.

Em Vila Real, cerca de 20 polícias estiveram na reunião, onde identificaram alguns problemas que sentem no

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.