Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Assunção Cristas crítica Governo de atrasar a eletrificação da Linha do Douro

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, acusa o Governo socialista de ter “atrasado” a eletrificação da linha do Douro, algo que já estava previsto no programa de investimentos anterior, no PETI, e que agora o PNI (Programa Nacional de Investimentos) não contempla.

-PUB-

A centrista considerou este assunto “um ponto crítico” e defendeu que, desta forma, “não estão a ser criadas condições nem para ligar Portugal à vizinha Espanha, nem ao resto da Europa”.

“A reativação ou o prolongamento desta linha é um ponto importante, onde sinalizámos um atraso muito grande por parte do Governo, uma vez que o anterior programa de investimento tinha previsto fazer a eletrificação da linha do Douro”, referiu, acrescentando que “neste programa, no PNI, nada se diz e pior, atrasa-se a eletrificação desta linha para 2030 e não é dito nada em relação à ligação a Espanha”.

A líder centrista esteve em Vila Real, na segunda-feira, no âmbito de um ciclo de conferências, “Ouvir Portugal”,

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.