Sábado, 2 de Julho de 2022

Atrasos e extravio de correspondência geram onda de contestação

Faturas e correio prioritário têm chegado aos destinatários com vários dias de atraso. A situação está a indignar a população, que exige um melhor funcionamento dos CTT.

Os sucessivos atrasos na correspondência e o extravio de informação confidencial estão a deixar revoltada a população do concelho de Sabrosa. Os moradores não se conformam com a situação, alguns já reclamaram junto dos CTT, mas o problema mantem-se.

Os casos mais frequentes acontecem nas aldeias do concelho, em alguns casos as residências não têm número de porta, o que dificulta o trabalho dos carteiros.

António Videira é emigrante na Alemanha mas vem com alguma frequência a Portugal. Apesar do pouco tempo que passa em Sabrosa, já se deparou com várias situações de troca de correspondência. Conta que “as cartas são colocadas nas caixas de correio de outras pessoas”, o que é “um transtorno”. “A minha rua

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.