Sexta-feira, 26 de Novembro de 2021

Autarquia aposta em políticas ambientais

No seguimento de uma série de medidas que visam a promoção da sustentabilidade ambiental, a câmara encontra-se a realizar ações de promoção da temática da reciclagem.

-PUB-

Em parceria com a Resinorte, estão já a ser instalados equipamentos que permitem à população separar e reciclar os resíduos. 

A preocupação com a adoção de novas políticas na área ambiental, a fim de reduzir os danos causados leva a que o Executivo murcense esteja determinado em impulsionar a separação e a consequente reciclagem dos resíduos produzidos.  

Entre outras iniciativas, o Município instalou um compactador monobloco para a deposição de papel e cartão, que irá permitir reduzir o volume dos resíduos a reciclar, sendo estes acondicionados num contentor fechado. Tal irá possibilitar o seu armazenamento e transporte de uma forma limpa, segura, económica e eficiente. 

Ademais, serão colocadas várias “Eco Ilhas” por todo o concelho. As “Eco Ilhas” são compostas por contentores de 1.100 litros, com diversas cores, em função dos materiais a reciclar (azul para papel e cartão, amarelo para embalagens de plástico e metal, verde para o vidro). Pretendem completar a oferta dos ecopontos já instalados, aumentando as taxas de lixo reciclado no município. 

Estão, também, previstas ações de sensibilização junto da população, de forma a fomentar a recolha seletiva de resíduos em todo o concelho, salvaguardando o meio-ambiente. Todas estas medidas inserem-se numa política de proximidade e de preservação do ambiente. 

O município assume com “clareza a vontade de contribuir para a proteção do ambiente”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.