Segunda-feira, 27 de Setembro de 2021

Autarquia e A2000 promovem emprego para pessoas com deficiência ou incapacidade

Com o objetivo de promover a integração no mercado de trabalho de pessoas com deficiência ou incapacidade (PCDIs), a Câmara de Murça, em parceria com a Associação 2000 de Apoio ao Desenvolvimento (A2000), realizou uma palestra sobre este tema, no Auditório dos Paços do Concelho. Esta ação surgiu no âmbito do projeto “À Descoberta de Outros Mundos”, que está a ser desenvolvido no concelho desde maio de 2019. 
 

-PUB-

A sessão de abertura esteve a cargo do presidente da Câmara, Mário Artur Lopes, do presidente da Direção da A2000, António Ribeiro, da diretora do Centro de Emprego e Formação Profissional de Vila Real (IEFP), Doroteia Abraão, e da vereadora da Câmara, Vilma Pereira. 

Viviana Machado, do IEFP de Vila Real, abordou a questão das medidas de emprego para as PCDIs, informação particularmente relevante para os vários empresários que se encontravam na plateia. Ana Antunes, da A2000, falou sobre o Centro de Recursos para a Inclusão Profissional da Associação, um órgão que pretende apoiar as PCDIs da área de atuação da A2000 a integrarem-se no mercado de trabalho, revelando que possuem uma taxa de sucesso superior a 60 por cento.

Foram discutidos diversos casos de integração de sucesso, por parte de entidades inclusivas do concelho, mostrando a importância de instituições privadas e particulares para o sucesso de iniciativas deste género e destacaram-se as entidades que mais têm contribuído para a integração de pessoas com incapacidade ou deficiência, em Murça.

A sessão terminou com a apresentação de um vídeo de experiências profissionais de clientes do projeto “À Descoberta de Outros Mundos”, evidenciando o sucesso que este tem vindo a ter e o impacto positivo que tem na vida das pessoas.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.