Sexta-feira, 17 de Setembro de 2021

Autarquia mantém IMI na taxa mínima e devolve IRS

O executivo municipal liderado por Fernando Queiroga aprovou, em reunião de câmara, as propostas de fixação da participação variável do Imposto sobre os Rendimentos das Pessoas Singulares (IRS), para o ano de 2020 e de fixação e redução da taxa de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), relativo a 2019.

-PUB-

À semelhança dos anos anteriores, as propostas da autarquia botiquense passam por abdicar da percentagem de 5% do IRS a que tem direito, em 2020, em prol dos munícipes e manter a taxa correspondente ao IMI de 2019 no valor mínimo permitido por lei (0,3%), garantindo ainda reduções fixas para os agregados familiares com dependentes a cargo.

Em comunicado, o presidente da Câmara, Fernando Queiroga, destacou “a forma como o executivo continua a ter como eixo prioritário de atuação os apoios sociais e a implementação de medidas que vão de encontro às necessidades das famílias”, acrescentando que “a fixação de população e a criação de mais emprego no concelho só se torna possível se tivermos em linha de conta o bem-estar geral dos munícipes”.

As propostas serão apresentadas e votadas na próxima Assembleia Municipal, que se realiza na próxima quarta-feira.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.