Sexta-feira, 15 de Outubro de 2021

Autarquia mantém reduções e isenções nas faturas da água

Em reunião do executivo, realizada ontem, foi decidido manter as reduções e isenções nos consumos de água relativos a este mês de maio.

-PUB-

Atendendo à transição do Estado de Emergência Nacional para o Estado de Calamidade Pública e dando seguimento à implementação de medidas de apoio mitigadoras para as famílias e comerciantes do Concelho, a Câmara de Boticas, em reunião do executivo realizada ontem, dia 7 de maio, decidiu manter as reduções e isenções nos consumos de água relativos ao mês de maio.

Assim, e tal como aconteceu com os dois meses anteriores, a Autarquia mantém a redução de 10% do valor da fatura de todos os consumidores domésticos e a isenção de pagamento aos consumidores não domésticos que reabriram (ou irão reabrir) os seus estabelecimentos, mas continuam com um volume de vendas muito reduzido.

O Município deliberou ainda manter o alargamento do prazo de pagamento das faturas para 90 dias, assim como a suspensão de cortes/interrupções de fornecimento por falta de pagamento.

O Presidente da Câmara, Fernando Queiroga, afirmou que “continuamos permanentemente atentos à evolução da pandemia e aos impactos negativos que esta situação acarreta para as famílias e para os comerciantes do nosso Concelho que, mesmo retomando as suas actividades, se encontram numa situação bastante complicada”.

Fernando Queiroga reforçou que “a passagem de Estado de Emergência para Calamidade não significa que o pior já passou e que podemos voltar à normalidade. Agora, mais do que nunca, é fundamental que as pessoas cumpram as indicações das Autoridades de Saúde, evitando-se assim comportamentos que coloquem em risco a saúde de todos”, finalizou.  

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.