Sábado, 16 de Outubro de 2021

Aviso polémico na Escola das Árvores

Um aviso colocado numa das portas da escola EB nº 1 das Árvores, do Agrupamento de Escolas Diogo Cão, na freguesia de S. Dinis, motivou uma forte polémica na cidade. Caso não cumprissem o horário estabelecido, a informação ordenava aos encarregados de educação que “deveriam ir buscar os filhos ao Posto da Polícia”. Na própria folha constava que “a indicação tinha sido dada pela Câmara Municipal de Vila Real, mas o Município nega

-PUB-

.Alguns dos encarregados de educação da Escola das Árvores não gostaram de ver esta e confrontaram algumas instituições. A própria Associação de Pais ficou surpreendida com o conteúdo exposto, que visava sobretudo as crianças não inscritas nos Prolongamento de Actividades da escola.

A Câmara Municipal de Vila Real, através da responsável do Pelouro da Educação, também foi apanhada de surpresa com a divulgação deste aviso. “Na autarquia ninguém deu ordens nesse sentido e o aviso nem sequer tem o papel timbrado da edilidade. Condenamos e lamentamos que tenha acontecido. Alertei o coordenador da Escola, que me garantiu já ter retirado o  papel  onde  estava a ser indevidamente mencionado como sendo uma ordem da autarquia, o que não é verdade. Aliás, aquele texto não se coaduna com os nossos princípios, já que e edilidade pretende proporcionar às nossas crianças as melhores condições no ensino. As funcionárias nunca deveriam ter colocado tal documento”.

Soubemos ainda que o próprio responsável da escola desconhecia o conteúdo do aviso e não se terá apercebido do que estava lá mencionado.  

O presidente da Junta de Freguesia de S. Dinis, Albertino Fernandes, também mostrou a sua indignação e de imediato contactou o responsável da escola. “Era o que faltava pôr uma criança na Esquadra da PSP. Isto é de uma enorme violência. Não cabe na cabeça de ninguém”, acrescentou o autarca. Albertino Fernandes não aceita este tipo de intimação para os pais inscreverem as crianças nos Prolongamentos de Horários e os obrigar a pagar. “Esta não é a forma mais civilizada para comunicar com os encarregados de educação”.

No âmbito do aviso, apurámos junto de fonte policial que nenhuma criança foi levada para a esquadra de Vila Real. Entretanto, os órgãos responsáveis pela Escola das Árvores actuaram de imediato e retiraram o aviso exposto.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.