Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021

Balcão Móvel leva medicamentos e bens essenciais à população

O município de Macedo de Cavaleiros decidiu reativar o Balcão Móvel com matrizes diferentes, passando este a entregar bens de primeira necessidade e medicamentos nas freguesias do concelho.

-PUB-

O objetivo passa por evitar deslocações das populações, e em especial dos grupos de risco. “Estamos convictos de que esta decisão contribui para a mitigação desta pandemia e para a defesa da saúde dos Macedenses”, assegura o presidente da autarquia, Benjamim Rodrigues, que determinou ainda o encerramento da maioria dos serviços municipais.

A decisão foi tomada durante o fim de semana, após uma reunião dos dirigentes municipais que decretou medidas de contingência adicionais no concelho. “Temos noção de que a vida não pode parar, pelo que a autarquia decidiu reativar o Balcão Móvel em moldes diferentes”, diz Benjamim Rodrigues. Enquanto se justificar, face ao estado de alerta em que o país se encontra, “a carrinha do Balcão Móvel irá levar às freguesias bens de primeira necessidade e medicamentos, conforme as necessidades apresentadas por cada munícipe. Pretendemos, assim, evitar deslocações dispensáveis, sobretudo em populações mais idosas e, por isso, de maior risco”, frisa.

Os munícipes interessados devem dirigir-se ao seu presidente de Junta ou União de Freguesia dando conta dos bens essenciais e medicamentos de que precisa, de forma a concentrar neste a listagem de todas as necessidades da freguesia. “As listagens serão posteriormente comunicadas à câmara que irá elaborar a rota de distribuição em função das solicitações”, adianta o autarca.

Na mesma reunião, com efeitos imediatos, e por despacho do presidente da câmara, foi decretado o encerramento total dos serviços municipais, à exceção dos considerados essenciais e indispensáveis ao normal funcionamento da Câmara Municipal, da cidade e do concelho. Foi também decidido o encerramento dos parques infantis municipais e dos equipamentos sanitários municipais. O encerramento destas estruturas junta-se a outras já fechadas na passada semana, designadamente as Piscinas Municipais, o Pavilhão Municipal, o Estádio Municipal, o Centro Cultural e a Unidade Móvel de Saúde.

Benjamim Rodrigues realça que “vivemos tempos difíceis, em que é pedido a cada um de nós um esforço adicional para promover um isolamento social que contribua de forma ativa para o combate à propagação da Infeção por SARS-CoV-2 (COVID-19). Estamos convictos que, com o esforço de todos, será possível mitigar este surto pandémico e, com a maior brevidade possível, regressar à normalidade das nossas vidas”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.