Domingo, 13 de Junho de 2021

Bloco acusa câmara de “desleixo” no barro de Bisalhães

Partido esteve reunido com Associação Promotora do Barro Preto de Bisalhães, que tem sido muito crítica com o executivo na salvaguarda deste património. Autarquia avança com queixa para o Ministério Público

-PUB-

Bloco de Esquerda (BE) de Vila Real mostrou-se “muito preocupado” com a forma como a câmara tem tratado o barro preto de Bisalhães, que é património imaterial classificado pela UNESCO desde 2016.

Recorde-se que o processo de fabrico foi inscrito a 29 de novembro de 2016 na lista do Património Cultural Imaterial e necessita de salvaguarda urgente.

Depois de ter estado reunido com a Associação Promotora do Barro Preto de Bisalhães, Carlos Gomes, membro do núcleo concelhio do BE, relembrou que nas eleições autárquicas de 2017 o BE alertou para a forma “desleixada como estava a ser tratado aquele património, já depois de ter o estatuto de património imaterial da UNESCO”. 

Acrescentou ainda que “é degradante ver as

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.