Segunda-feira, 25 de Outubro de 2021

Bloquistas querem respostas sobre a urgência médico-cirúrgica

O deputado eleito pelo Bloco de Esquerda quer informações sobre o futuro daquele serviço e acusa o Ministério da Saúde de “desinvestimento” naquela unidade hospitalar. João Semedo pede ainda explicações sobre os contratos celebrados com empresas de prestação de serviços para fornecimento em permanência de dois médicos na triagem da urgência mirandelense.

-PUB-

“Está ou não aquele serviço a funcionar em pleno no presente momento?” Esta é a última das questões levantadas ao Ministério da Saúde, através de um requerimento apresentado na Assembleia da República, pelo deputado do Bloco de Esquerda João Semedo.

O deputado recorda que, “na sequência da avaliação levada a cabo pela Comissão Técnica de Apoio ao Processo de Requalificação da Rede de Urgência Geral, foi definido e aprovado, em 2008, pelo Ministério da Saúde, um serviço de urgência médico-cirúrgica para o Hospital Distrital de Mirandela”, uma unidade integrada no Centro Hospitalar do Nordeste (CNE).

Na altura, “era referido que a manutenção do estatuto de urgência médico-cirúrgica, atendia às excepcionais dificuldades nas acessibilidades da região, e que

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.