Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Câmara vai substituir iluminação pública

O município assinou, esta semana, o contrato de adjudicação da empreitada de obra pública denominada “Redução do consumo de energia na iluminação pública de Macedo de Cavaleiros – Instalação de Luminárias Led”, com a Empresa de Telecomunicações e Eletricidade, Lda

-PUB-

A obra está orçada em 555 mil euros e tem uma duração prevista de quatro meses.

O presidente da autarquia macedense, Benjamim Rodrigues, mostra-se muito satisfeito com a assinatura deste contrato, salientando que “é um projeto muito importante para a autarquia e que irá permitir reduzir, de forma significativa, os custos da autarquia com a iluminação pública”. Paralelamente, sustenta, “esta é uma tecnologia que permite melhorar a iluminação na via pública e, consequentemente, aumenta a sensação de conforto e segurança dos macedenses. É, ainda, uma questão de sustentabilidade ambiental”, frisa.

“Trata-se de uma obra que, de forma simples, consiste na retirada das lâmpadas de iluminação convencional para podermos instalar luminárias LED, que são muito mais económicas”.

Autarquia entrega duas habitações

A Câmara entregou esta semana mais duas habitações no Bairro de São Francisco a duas famílias macedenses. “Trata-se de dois casais, que passam a ter acesso a uma habitação com mais condições e dignidade com rendas a preços acessíveis”, explica o presidente da autarquia macedense.

“É uma aposta que este Executivo tem vindo a implementar e que procura ajudar as famílias mais carenciadas do nosso concelho. Mas queremos alojar mais algumas, à medida que vamos tendo habitações disponíveis ou requalificadas”, explica Benjamim Rodrigues.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.