Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

Candidato do PS promete a construção de um novo hospital

Benjamim Rodrigues, candidato pelo PS à Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros comprometeu-se a construir “um novo hospital à escala regional, multidisciplinar, no centro do nordeste transmontano”.

O compromisso foi assumido, no domingo, na Nave do Parque Municipal de Exposições (Recinto de São Pedro) da cidade, que se encontrava repleta de gente, no dia em que teve lugar não apenas a apresentação do candidato à autarquia, mas também do candidato à Assembleia Municipal e dos 30 candidatos às freguesias que compõem o concelho. 

Na apresentação estiveram presentes o ministro da economia, Manuel Caldeira Cabral, e o Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, que além de saudarem o trabalho de “formiguinha” que tem sido desenvolvido pelo governo na criação de emprego, na reposição dos cortes salariais aos funcionários públicos e na forma de governar sem austeridade, teceram elogios ao candidato Benjamim Rodrigues como sendo “um homem do povo e um médico que ajuda toda a gente”, que “traz juventude, entusiasmo, confiança e uma atitude diferente positiva para fazer crescer a economia no concelho”. 

Perante centenas de pessoas, que entoavam o seu nome e erguiam as suas bandeiras, Benjamim Rodrigues antes de apontar os investimentos que pretende fazer, assume que “é tempo de mudança” e de trabalhar em prol da “descentralização” do interior, acreditando numa política próxima das populações, “dando mais autonomia às freguesias”. O candidato do PS promete aos macedenses a construção de um novo quartel da GNR, a criação de parcerias com instituições de ensino superior e o desenvolvimento da zona industrial no concelho. “Aqui sim [Macedo de Cavaleiros], faz sentido ter o maior hospital do distrito. Os grandes hospitais estão nos eixos principais e vamos também votar para que o ensino superior nesta cidade seja uma realidade”, aponta. 

Associado à renovação destas infraestruturas, Benjamim Rodrigues apresenta-se, ainda, disponível para rever o plano de urbanização do concelho, para eliminar as dificuldades para quem pretende construir no município, reduzindo as taxas impostas e modernizar e renovar as canalizações, pelas elevadas taxas de desperdício de água verificadas. 

O candidato demonstrou-se, ao longo do discurso, confiante na vitória e teceu ainda duras críticas ao atual autarca pela instalação do Call Center que “representa um elevado investimento com retorno incerto”. Segundo Benjamim, esta obra “não justifica o desalojamento das associações, sediadas no edifício”. 
 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.