Domingo, 27 de Novembro de 2022

Caretos de Podence vão ao Dubai promover tradição

Os Caretos de Podence estão de partida para o Dubai onde vão, certamente, chocalar quem estiver presente na Expo Dubai, para onde têm marcada uma atuação no Pavilhão de Portugal, no sábado.

-PUB-

Partem de Podence, terra que atrai, anualmente, milhares de curiosos para verem aquele que é, para muitos, “o Carnaval mais genuíno de Portugal”, para o Dubai, onde atuam no próximo sábado.

Em comunicado, a autarquia de Macedo de Cavaleiros explica que esta iniciativa está “integrada na representação portuguesa” na Expo Dubai, não tendo dúvidas de que “é o palco certo para promover, além-fronteiras, uma tradição tão única e tão característica, cuja autenticidade foi, em dezembro de 2019, reconhecida como Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO”.

Para Benjamim Rodrigues, presidente da câmara municipal, “esta é uma excelente oportunidade de promoção do Entrudo Chocalheiro, dos Caretos de Podence e do nosso território num importante mercado turístico” e uma oportunidade para “abrir portas à atração de novos turistas para o nosso concelho”.

“Estamos a falar de um evento de cariz global, por onde têm passado milhões de visitantes que, com esta animada e colorida presença, podem descobrir novos territórios para visitar”, acrescenta.

A comitiva macedense partiu hoje para o Dubai e na bagagem “vai o enorme desejo de levar o nome de Podence e de Macedo de Cavaleiros, mais uma vez, além-fronteiras”.

Esta viagem surge poucos dias depois de se ter assistindo a uma enchente em Podence, por onde, durante os quatros dias de Entrudo Chocalheiro, passaram “cerca de 50 mil pessoas, não só de Portugal, mas também de Espanha e Estados Unidos”, indica a autarquia.

A ida dos Caretos ao Dubai será também “uma oportunidade para reforçar o desejo” de, no final da exposição mundial, levar para Macedo de Cavaleiros o pavilhão de Portugal, até porque “tanto o Governo anterior como o senhor Presidente da República já mostraram alguma abertura para concretizar este nosso sonho”, frisa Benjamim Rodrigues.

“Receber em Podence esta importante obra da engenharia e arquitetura nacional seria muito importante para valorizar um território demograficamente deprimido, que precisa de novos polos de atração, que ajudem a combater a sazonalidade com que nos deparamos”,  com uma procura muito elevada nos meses de verão, graças à Albufeira do Azibo, e nos meses de janeiro a março, com a Feira da Caça e do Turismo e o Entrudo Chocalheiro, conclui o autarca.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.