Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Carlos Soares assume lugar de Felisberto na Associação de Futebol

Carlos Filipe Soares, também conhecido por Pipito, de 26 anos, natural de Vila Pouca de Aguiar, licenciado em Educação Física e Desporto, foi o escolhido pela nova direção da Associação de Futebol de Vila Real (AFVR) para substituir Carlos Felisberto no cargo de coordenador técnico. Segundo o presidente da AFVR, António Marques, esta mudança deve-se ao facto que a atual direção considerar que este cargo deve ser desempenhado “num regime de disponibilidade a tempo inteiro”, pelo que decidiu contratar o professor aguiarense, que exercia o cargo de treinador de Juvenis da Associação Diogo Cão e também já foi treinador de futsal na Casa do Benfica de Vila Pouca de Aguiar. “Antes de termos tomado esta decisão, comunicamos ao professor Carlos Felisberto que iriamos reunir a direção e optar por uma solução que fosse de encontro aos objetivos que pretendemos alcançar no futuro. Aliás, posso adiantar que estamos a montar uma nova estrutura técnica na AFVR, que será conhecida em breve”, sublinhou o presidente.

-PUB-

A escolha de Carlos Soares foi determinada por critérios de competência, já que tem o segundo nível de treinador e também tem alguma experiência.

A AFVR agradeceu publicamente a Carlos Felisberto todo o trabalho realizado ao longo dos anos em que esteve ao serviço da associação dos clubes do distrito de Vila Real.

Sobre o primeiro mês à frente da associação, António Marques refere que tem sido feito um trabalho de diagnóstico e verificação de dossiers. “Estamos a ver algumas situações e a tomar decisões no sentido de ir ao encontro dos anseios dos clubes. Está a correr bem, dentro das expectativas mas ainda é cedo para fazer um balanço”.

Carlos Felisberto, numa mensagem deixada na rede social Facebok, agradeceu “aos pais dos atletas, treinadores, jogadores, dirigentes, profissionais da medicina desportiva, sem esquecer toda a anterior estrutura da direção da AF Vila Real, presidida pelo Dr. Costa Pereira, e agradecer a aposta e confiança sempre depositadas em mim no exercício das minhas funções”.

O professor sai com o sentimento de dever cumprido, sublinhando que foi “com grande orgulho, dedicação, sentido de responsabilidade e, sobretudo, um enorme espírito de missão, que representei essa grande instituição que é a Associação de Futebol de Vila Real”.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.